É possível ganhar dinheiro com meu computador?

Fico impressionado quanto visito as redes sociais e vejo pessoas que ficam horas ou até mesmo um dia inteirinho “pendurados” em frente o computador interessados no que o outro está fazendo ou pensando naquele momento.

Eu também gosto muito das redes sociais e de computadores, e foi justamente por amar essas máquinas que vi a 8 anos atrás a oportunidade de ganhar dinheiro com elas.

Isso aconteceu quando meu padrinho (Claudio) encontrou jogado na rua um panfleto de um curso de montagem e manutenção de computador que estaria acontecendo na cidade. Na época, em 2003, eu ganhava por mês R$ 160,00 para trabalhar somente no período da tarde. Uma mixaria, e eu tinha consciência disso. Resolvi fazê-lo. O curso durou 30 dias e foi ministrado de segunda a sexta com carga horária de 4 horas por dia. Foi meu primeiro contato físico com essas máquinas. Para mim estava sendo um sonho, estava definitivamente conhecendo o funcionamento de um computador.

Logo que terminei o curso, me empreguei numa loja de informática, essa sim, foi minha verdadeira escola. Aprendi muito com meus amigos e passei dos R$ 160,00 mensais para... R$ 400,00! Isso mesmo, você não leu errado. Mesmo diante da responsabilidade de se estar manuseando dados do cliente e mexendo em equipamentos tão sensíveis eu ganhava isso. Oito meses depois deixei essa empresa para trabalhar em outra, o motivo foi um dos meus companheiros de trabalho que tirava o dia pra ficar me importunando.




Logo que comecei a trabalhar nessa empresa descobri qual seria o meu salário. Não caiam da cadeira: R$ 300,00! Uiiiiii... Passei 6 meses ganhando “isso” lá. Foi quando eu me dei conta que algo estava errado. Minha namorada (hoje minha esposa) ganhava o dobro do que eu ganhava sendo atendente de um aviário. Mas a ficha foi cair realmente quando um cliente (Sr. Raudenir) me deu uma carona de volta para a empresa me disse que era um absurdo ganhar esse salário com a responsabilidade que eu tinha e me incentivou a trabalhar por conta própria. Já estávamos em 2005! Foi quando tomei uma grande decisão: vou pedir a conta e trabalhar como autônomo (eu prefiro profissional independente).

De lá para cá, nunca mais trabalhei em empresa nenhuma e hoje com mais de 100 clientes consigo atingir facilmente os 4 dígitos no meu orçamento financeiro.

Mas a pergunta que você deve estar fazendo é:

Porque eu contei toda essa história?


Como eu disse no início do texto que eu fico impressionado com as pessoas que encaram seu computador apenas como uma ferramenta de lazer quando na verdade pode se tornar uma fonte de renda extra para ela e sua família, ou melhor, pode se tornar uma fonte de renda única.

Existem muitas maneiras de se ganhar dinheiro com essas máquinas. Pode ser consertando-as (como técnico em informática), digitando trabalhos e textos (como digitador), dando aulas (como professor, instrutor ou consultor), com um blog (sendo um blogueiro profissional), vendendo produtos pela internet (através de uma loja virtual ou pelo mercado livre), como afiliado (sendo afiliado de alguma empresa como a Imagem Folheados) etc...

As oportunidades são muitas e uma das mais lucrativas é desenvolver um negócio na internet. Somente na primeira quinzena desse ano o crescimento foi de 32% em relação a 2011, falando em cifras isso significa o equivalente a R$ 1,05 bilhão segundo o site do PayPal Brasil.

A intenção desse texto é fazer você refletir e olhar de outra maneira para seu computador. As oportunidades estão aí, basta você abraçá-las; e com coragem e algum planejamento colocar a mão na massa.

Mas como saber por onde começar?


O primeiro passo é identificar o que você gosta de fazer ou sabe fazer de melhor com um computador. Se não sabe fazer muita coisa procure um curso. Se gostar de Web Design faça um curso a respeito. Se for como eu e preferir consertar essas máquinas: faça um curso.

Sabendo o que você gosta de fazer fica mais fácil identificar a oportunidade certa.

E outra coisa muito importante: fique de olho nas oportunidades que vem até você, como aconteceu comigo. Não as despreze!

Um forte abraço e votos de sucesso!
Compartilhe no Google Plus

3 comentários:

  1. Vc esta certo temos que ficar de olho e saber enchegar as oportunidades valeu!!

    ResponderExcluir
  2. Realmente, amigo! São dicas muito valiosas... E eu tenho uma dificuldade muito grande em "enxergar" essas oportunidades, apesar de trabalhar com computadores por um longo tempo.

    ResponderExcluir